Amor Vivo

Amar! Mas d’um amor que tenha vida…
Não sejam sempre tímido a arpejos,
Não sejam só delírios e desejos
D’uma douda cabeça escandecida…

Amor que viva e brilhe! Luz fundida
Que penetre o meu ser – e não só beijos
Dados no ar – delírios e desejos –
Mas amor… dos amores que têm vida…

Sim, vivo e quente! E já a luz do dia
Não virá Dissipá-lo nos meus braços
Como névoa de fantasia…

Nem murchará do sol à chama erguida…
Pois que podem os astros dos espaços
Contra débeis amores… se têm vida?

Amor Vivo, Antero de Quental
Img: “Seated Bather”, Pierre Auguste Renoir
Anúncios

Sobre Daniel Leite

"Viver abre caminhos" mundano.com.br | outrocais.com | ultranova.mus.br

Um Comentário

  1. MissSmileBrasil

    What good there are poets to fill the aridity of my thoughts. You are a great poet!
    Kisses, MissSmileBrasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: