Vê… Repara

Meu amor, meu Amado, vê… repara:
pousa os teus lindos olhos de ouro em mim,
– dos meus beijos de amor Deus fez-me avara
para nunca os contares até ao fim.

Meus olhos têm tons de pedra rara
– É só para teu bem que os tenho assim –
e as minhas mãos são fontes de água clara
a cantar sobre a sede dum jardim.

Sou triste como a folha ao abandono
num parque solitário, pelo Outono,
sobre um lago onde vogam nenúfares…

Deus fez-me atravessar o teu caminho…
– Que contas dás a Deus indo sozinho,
passando junto a mim, sem me encontrares?

Florbela Espanca
Img: “Prophetess”, Alphonse Mucha

Anúncios

Sobre Daniel Leite

"Viver abre caminhos" mundano.com.br | outrocais.com | ultranova.mus.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: