Sem nada

Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração,
sem ter pra onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar,
sem ter quem culpar.

Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei
no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode
realmente me fazer feliz.

Caio Fernando Abreu
Img: “Memories from Hampton”, Rafał Olbiński

Anúncios

Sobre Daniel Leite

"Viver abre caminhos" mundano.com.br | outrocais.com | ultranova.mus.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: