Arquivos da categoria: Poesias

Eternidade

Ando com fome de coisas sólidas e com ânsia de viver só o essencial. Pessoalmente, penso que chega um momento na vida da gente, em que o único dever é lutar ferozmente por introduzir, no tempo de cada dia, o

Eternidade

Ando com fome de coisas sólidas e com ânsia de viver só o essencial. Pessoalmente, penso que chega um momento na vida da gente, em que o único dever é lutar ferozmente por introduzir, no tempo de cada dia, o

Essencial

É necessário aprender a arte de abrir mão, a fim de nos dedicarmos àquilo que é essencial. Rubem Alves Img: “In Praise of Italy”, David Ligare

Essencial

É necessário aprender a arte de abrir mão, a fim de nos dedicarmos àquilo que é essencial. Rubem Alves Img: “In Praise of Italy”, David Ligare

Acordar

Tem horas em que penso que a gente carecia, de repente, de acordar de alguma espécie de encanto. As pessoas, e as coisas, não são de verdade. E de que, amiúde, a gente adverte incertas saudades? Guimarães Rosa, Grande Sertão:

Acordar

Tem horas em que penso que a gente carecia, de repente, de acordar de alguma espécie de encanto. As pessoas, e as coisas, não são de verdade. E de que, amiúde, a gente adverte incertas saudades? Guimarães Rosa, Grande Sertão:

Serviço

Adormeci e sonhei que a vida era alegria; despertei e vi que a vida era serviço; servi e vi que o serviço era alegria Tagore Img: “Les Métamorphoses”, Jean Hugo

Serviço

Adormeci e sonhei que a vida era alegria; despertei e vi que a vida era serviço; servi e vi que o serviço era alegria Tagore Img: “Les Métamorphoses”, Jean Hugo

Todo

Não sou cristão, nem judeu nem mago, nem muçulmano. Não sou do Oriente, nem do Ocidente, Nem da terra, nem do mar. Não sou corpo, não sou alma. A alma do Amado possui o que é meu. Deixei de lado

Todo

Não sou cristão, nem judeu nem mago, nem muçulmano. Não sou do Oriente, nem do Ocidente, Nem da terra, nem do mar. Não sou corpo, não sou alma. A alma do Amado possui o que é meu. Deixei de lado

O Homem, as Viagens

O homem, bicho da terra tão pequeno Chateia-se na terra Lugar de muita miséria e pouca diversão, Faz um foguete, uma cápsula, um módulo Toca para a lua Desce cauteloso na lua Pisa na lua Planta bandeirola na lua Experimenta

O Homem, as Viagens

O homem, bicho da terra tão pequeno Chateia-se na terra Lugar de muita miséria e pouca diversão, Faz um foguete, uma cápsula, um módulo Toca para a lua Desce cauteloso na lua Pisa na lua Planta bandeirola na lua Experimenta

De Todas as Obras

De todas as obras humanas, as que mais amo São as que foram usadas. Os recipientes de cobre com as bordas achatadas, e com mossas Os garfos e facas cujos cabos de madeira Foram gastos por muitas mãos; tais formas

De Todas as Obras

De todas as obras humanas, as que mais amo São as que foram usadas. Os recipientes de cobre com as bordas achatadas, e com mossas Os garfos e facas cujos cabos de madeira Foram gastos por muitas mãos; tais formas